Resenha : Cidades de Papel

Heeey !

Quanto tempo eu não posto uma resenha de livro por aqui né?? Pois gente,ando meia preguiçosa para fazer resenhas e as minhas antigas não são taaao boas assim,mas,há pedidos,hoje trouxe a resenha de mais um dos maravilhosos livros do John Green,Cidades de Papel.
 Para falar a verdade estou usando uma das minhas antigas resenhas,mas prometo melhora-la para que ela fique quase perfeita !





--> Quentin tem uma paixão de infância por Margo,que,além de ser a garota mais bonita,popular e aventureira da escola,ainda é sua vizinha.Os dois,apesar de morarem perto e terem crescido juntos,tomaram rumos diferentes e quase nunca se falam,tornando as chances de dele com ela quase inexistentes,mas,depois de uma noite de inesquecíveis vinganças praticadas por Margo a todos que já fizeram mal a ela,Quentin,por te-la ajudado,acha que suas chances aumentam...
 Depois dessa noite Margo some completamente.Desaparece sem avisar ninguém e deixa a todos preocupados,especialmente a Quentin,que vai a procura de pistas que foram deixadas por ela mas ninguém percebeu.São coisas pequenas,quase imperceptíveis,mas que ele procura com todas suas forças,e quanto mais acha,mas vai conhecendo uma Margo que vivia escondida dentro de sua paixão.

Minha Crítica:

 Apesar de ser intitulado romance no estilo escrito e no gênero,ainda não consigo acreditar que isso é verdade.O livro é engraçado,te prende e faz você se apaixonar por seus personagens únicos,mas para quem leu esperando um romance alá A culpa e das Estrelas(tipo eu !),ele deixa meio que a desejar,pois não há romance nele.
 Mesmo que tudo o que Quentin tenha feito por Margo tenha sido por sustentar uma paixão por ela,eu esperava mais beijos,frases românticas,momentos que te fazem pensar porque sua vida também não é assim e tals,mas isso não acontece.Por isso acabei por gostar menos desse livro,mas claro que ele tem seus pontos fortes .

"Mas Meu milagre foi o seguinte: De todos as casas em todos os condados da Florida,eu era vizinho de Margo Roth Spiegelmam "

 Esse livro mostra muito aquela coisa de não julgar uma pessoa antes de conhece-la muito bem,pois a Margo,por exemplo,passava uma imagem de patricinha metida a aventureira que só quer chamar a atenção,mas quando começou a conhece-la de verdade,viu que ela era uma garota comum e sensível,que via o mundo com outros olhos e que só queria conhece-lo.Mas isso só foi possível identificar ao conhece-la beem a fundo,coisa que ninguém alem de Quentin havia conseguido antes.

"Basta lembrar que,as vezes,a forma como você pensa sobre as pessoas não é a maneira como elas realmente são"

 A visão que Margo tinha do mundo realmente é de se pensar.Para ela tudo era uma fantasia,que todos eram como bonecos de papel,em uma cidade de papel,exercendo e levando suas vidas como o mundo lhes ditava,e não como realmente queriam.Que por baixo de toda pessoa havia uma personalidade escondida que ela queria mostrar ao mundo,mas que tinha medo do que o próprio acharia ou não sabia como fazê-lo.Que de longe,tudo era perfeito,mas que de perto,quando tudo se mostrava como realmente era,tudo era feio.

"Daqui não se ve a poeira ou a tinta rachando ou sei lá mais o quê,mas dá pra ver o que este lugar é de verdade.Dá pra ver o quanto é falso.Não é consistente o suficiente para ser feito de plástico.É uma cidade de papel "

 Uma coisa que me fez perceber que o livro tinha pelo menos um pouquinho de romance foi o nível que a paixão de Quentin poderia chegar.Eu achava que ele simplesmente gostava dela por ser mais uma pessoa de papel,que se apaixonava pela aparência e não pelas qualidades,mas ao longo do livro percebi que não era uma paixão que ele sentia,e sim amor de verdade,pois ele largou tudo para segui-la,para entende-la e finalmente perceber que ela estava bem sendo ela mesma.Que ao fim eles não poderiam ficar juntos pois segui-la seria deixar de lado quem ele era,e que ele teria que deixa-la ir para continuar sendo ele mesmo.

"Aqui esta a menina que eu amo,mas não posso seguir.Espero que seja uma provação de herói,porque não ir atras dela é a coisa mais difícil que já tive que fazer "

Alguém já leu esse livro? Percebeu alguma coisa que eu deixei passar ? Comentem ai em baixo que eu prometo levar em conta qualquer visão sobre o livro!

Beijos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

App : Meu Tom Falante

Inspiração:Fantasias improvisadas

Tiara de Deusa Grega

Top 10 : Personagens literários que não mereciam morrer

Transformando bota cano alto em cano médio