Eu vi : A Culpa é das Estrelas

Hello

Hoje para mim foi um dia de festa,pois primeiro,de manha,eu fui na festa junina da escola e depois eu fui no cinema,assistir a culpa é das estrelas !
Quem me segue no instagram deve ter visto que eu postei uma foto ao lado do cartaz do filme e outro do balão que estava no banheiro do cinema,com a frase "alguns infinitos são maiores que outros" !
Vou contar para vocês como foi o filme:




Sinopse:


Diagnosticada com câncer, a adolescente Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley) se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters (Ansel Elgort), um rapaz que também sofre com câncer. Os dois possuem visões muito diferentes de suas doenças: Hazel preocupa-se apenas com a dor que poderá causar aos outros, já Augustus sonha em deixar a sua própria marca no mundo. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Juntos, atravessam os principais conflitos da adolescência e do primeiro amor, enquanto lutam para se manter otimistas e fortes um para o outro.

Achei que o filme foi muito fiel ao livro,pois colocou exatamente as mesmas frases clássicas do livro e os personagens são bem parecidos com o imaginário do livro,o cenário é simplesmente maravilhoso e super realista,o que me deixou emocionada.
 O elenco foi escolhido levando em consideração minimos detalhes para que ficasse o mais parecido possivel com o descrito pelo autor no livro,e eu sinceramente acho que eles fizeram um bom trabalho,já que os personagens são bem parecidos com o que eu tinha imaginado


Não tem todos os personagens,mas como achei na internet,não posso reclamar !

 O Gus e o Isaac são simplesmente muito gatos,nossa quase morri quando o Gus apareceu ali,naquela tela enorme de cinema...Ai meu core !
 Imaginei a casa o Peter em Amsterdã um pouco simples,mas não sei se foi porque eu imaginei uma mansão ou se foi outra coisa.
 O jeito de pensar da Hanzel é bem parecido com o meu.Muitas vezes é chamado de negativismo,mas eu chamo de realismo,pois se você sabe que vai acontecer alguma hora,para que ficar dizendo que não e adiando o pior? Isso só vai piorar a dor ! Mas eu também tenho um pouco do pensamento do Gus em minha mente,pois não gosto de me privar dos prazeres da vida por medo,se eu cair,me levanto e continuo,sem perder o bom humor!


O Gus é muuuito fofo,tanto no filme tanto no livro.Ele fala coisas fofas o tempo todo e que me faziam suspirar toda vez que ele as dizia!
 Acho que alem de tudo,o filme mostra como viver sua vida de uma maneira normal mesmo depois de ter tido ou estar tendo um câncer,e isso é o melhor de tudo.
Emocionante e verdadeiro,o filme me fez chorar de emoção e desespero na maioria das partes.Eu sou meia manteiga derretida,choro por tudo,mas realmente o filme é muito emocionante!


Acho que mesmo quem não leu o livro e nem assistiu o filme já sabe o final,mas saber pela boca de outras pessoas não é a mesma coisa que ver a Hanzel sofrendo.Chorei muito pois eu não esperava esse final,e mesmo já tendo lido o livro ainda me deixa balançada ver a morte do Gus.
 Mais emocionante que a morte e o pré -enterro do Gus,onde a Hanzel lê o elogio fúnebre dela,que é muito emocionante e que tem frases simplesmente lindas e de tocar o coração!



Bem,para resumir o filme em uma frase: 

O amor supera qualquer coisa!

Beijos Chorosos

Comentários

  1. eu vi segunda e amei, confesso que chorei um pouco no final ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu queria ter visto na estreia,mas não consegui...Chorei no final,no meio,no começo... no filme todo <3 :'(

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pela visita e comentário <3 Deixe seu blog para eu retribuir tudo =D
Se você gostou recomende esse post e compartilhe com os amigos
Aceito críticas desde que sejam construtivas ;)

Postagens mais visitadas deste blog

App : Meu Tom Falante

Inspiração:Fantasias improvisadas

Tiara de Deusa Grega

Top 10 : Personagens literários que não mereciam morrer

Transformando bota cano alto em cano médio